Author Archives: Suchorski

Intel 9ª geração (Coffee Lake Refresh)

Nesta segunda-feira (8 de outubro), a Intel anunciou os novos processadores Intel i9 de nona geração (ou deveria dizer oitava geração reformulada?).

Com base na tecnologia de 10 nanômetros, um dos protagonistas foi o i9-9900K

O Core i9-9900K vem para ser um dos chips mais poderosos da Intel nos PCs. Para ressaltar esse aspecto, a companhia disse no evento de lançamento que esse é “o melhor processador para jogos do mundo”. Se é mesmo, os benchmarks é que vão dizer, mas as especificações são realmente convincentes. O Intel Core i9-9900K conta com oito núcleos, 16 threads, frequência de 3,6 GHz (máximo de 5 GHz), 16 MB de cache L3 e TDP de 95 W, além de GPU Intel UHD Graphics 630. Assim, como os chips Coffee Lake de oitava geração, o Core i9-9900K tem como base a tecnologia de fabricação 14 nm++, que traz algumas melhorias em relação ao processo de 14 nanômetros que a Intel vem usando desde 2014, quando apresentou a quinta geração de processadores Core. A previsão da companhia é a de que unidades com 10 nanômetros só venham a ser apresentadas em 2019. Na prática, o Core i9-9900K e os demais chips que compõem os primeiros modelos da nona geração são uma atualização dos processadores Coffee Lake — ou seja, são Coffee Lake Refresh — e, por conta disso, podem ser vistos como uma extensão da oitava geração (que por sua vez é uma atualização da família Kaby Lake).

Emerson Alecrim, Tecnoblog, 2018

Seguindo a linha antiga, o i7-9700K e o i5-9600K continuam sendo fabricados em 14 nanômetros e também contam com uma GPU integrada Intel UHD 630 e trazem o TDP de 95W.

  • Intel Core i7-9700K: Oito núcleos, oito threads, clock de 3,6Ghz (4,9Ghz boost) e 12MB de cache;
  • Intel Core i5-9600K: Seis núcleos, seis threads, clock de 3,7Ghz (4,6Ghz boost) e 9MB de cache.

Além desses processadores, a Intel também anunciou os chips core X, os Skylake-X que fazem parte da linha entusiasta. São eles:

  • Intel Core i9-9960X: 16 núcleos, 32 threads, clock de 3,1 GHz;
  • Intel Core i9-9940X: 14 núcleos, 28 threads, clock de 3,3 GHz;
  • Intel Core i9-9920X: 12 núcleos, 24 threads, clock de 3,5 GHz;
  • Intel Core i9-9900X: 10 núcleos, 20 threads, clock de 3,5 GHz;
  • Intel Core i9-9820X: 10 núcleos, 20 threads, clock de 3,3 GHz.

Também foi anunciado o Intel Xeon W-3175X voltado a servidores com 28 núcleos e 56 threads.

O preço nos EUA como pré-venda são de US$488 para o i9-9900K, US$374 para o i7-9700K, US$262 para o i5-9600K, US$1979 para o i9-9980XE e US$589 para o i7-9800X.

Vamos aguardar para ver como serão os preços aqui no Brasil, né?

Revelado o V40 ThinQ

A linha premium da LG acaba de ser atualizada com o novo V40 ThinQ que traz um display de 6,4”, CPU Snapdragon 845 e, pasmem, 5 câmeras (3 traseiras e 2 frontais).

LG V40 ThinQ

O V35 ThinQ foi introduzido em maio, e só recentemente ele chegou ao Brasil (por um preço bem alto, diga-se passagem); ainda assim, a LG considerou necessária a atualização da linha para introduzir recursos que o destaquem de outros modelos premium. Como não dá para forçar muito nas especificações, a solução encontrada pela companhia foi acrescentar mais duas câmeras: uma na frente e uma atrás.

Vejamos primeiro o conjunto triplo. A câmera principal possui 12 megapixels, abertura f/1,5, estabilizador óptico de imagens, autofoco laser e com detecção de fase, enquanto a secundária conta com 16 MP, lente Grande Angular de 107 graus e abertura f/1,9; a terceira câmera, por sua vez é também é de 12 MP, mas com abertura f/2,4, zoom óptico de 2x, estabilizador óptico de imagens e autofoco com detecção de fase. Juntas elas possuem Flash LED, giroscópio e capacidade de filmar em 4K a 30 ou 60 fps, em 1080p a até 240 fps ou em HDR.

O conjunto frontal possui uma câmera com 8 MP e abertura f/1,9, enquanto a outra tem 5 MP, lente Grande Angular de 90 graus e abertura f/2,2.

Falando nisso, o V40 ThinQ traz um DAC Quad Hi-Fi de 32 bits e o já experimentado “alto-falante Boombox”, um design interno desenvolvido de modo que o smartphone se comporta como uma câmara de ressonância, oferecendo um volume de até 6 dB mais alto que o normal, graves mais nítidos e logo, maior qualidade de áudio.

De resto temos: SoC Snapdragon 845 da Qualcomm, octa-core Kryo 385 com quatro núcleos Gold de 2,7 GHz, quatro Silver de 1,7 GHz e GPU Adreno 630, 6 GB de RAM, 64 GB ou 128 GB de armazenamento interno expansível via cartão microSD de até 2 TB, leitor de impressões digitais na parte traseira, Bluetooth 5.0, A2DP, BLE, aptX HD, NFC, A-GPS, GLONASS, GALILEO, bateria de 3.300 mAh, porta USB 3.1 Type-C e Android 8.1 Oreo.

Ronaldo Gogoni, MEIOBIT, 2018

O preço sugerido são de US$ 899 e US$ 999 para as versões de 64GB e 128GB, respectivamente. Vamos esperar para ver os preços deles aqui no Brasil.

Novos iPhones já Homologados pela Anatel

Antes que os aparelhos com emissão de radiofrequências possam ser vendidos, eles precisam ser homologados pela Anatel. E isso acabou de acontecer com os novos iPhones XS e XS Max.

Os modelos a serem vendidos no Brasil são:

  • iPhone XS: A2097
  • iPhone XS Max: A2101

Estes modelos são os mesmos vendidos na Europa, Nova Zelândia, México, Oriente Médio, Taiwan, África do Sul e Singapura. Ao Contrário do modelo vendido nos EUA, o brasileiro possui compatibilidade com a banda 28 do 4G, a banda utilizada no Brasil.

SLI (NvLink) de duas RTX 2080 Ti

Parece ignorância, mas quem não quer jogar em 4K a mais de 120 quadros por segundo? A fluidez começa a partir dos 60 quadros por segundo e se o seu monitor tiver suporte a frequências maiores, quanto mais quadros por segundo, melhor!

O JayzTwoCents postou recentemente um vídeo mostrando os resultados dos testes de duas RTX 2080 Ti em NvLink (antigo SLII) e o resultado foi impressionante. Confiram o vídeo a baixo, em inglês:

Teste do SLI de duas RTX 2080 Ti

Profundidade de Campo Somente nos Novos iPhones?

Na nova versão 12.1 do iOS, virá a funcionalidade (um recurso de software) chamada de Controle de Profundidade que permitirá ao usuário controlar o desfoque nas fotos tiradas no modo fotografia.

A equipe do Blog do iPhone já testou a nova funcionalidade e escreveram “assim, é possível fazer a composição da foto em tempo real, dando mais opções para o fotógrafo dar asas ao seu talento.”

Eu acho que essa funcionalidade deveria ser colocada em todos os iPhones com o recurso do modo retrato. Afinal, o que limita que esse recurso seja liberado para os modelos “mais antigos”?

Eu ainda acredito ser para vender os novos iPhones.

Unboxing brasileiro dos novos iPhones XS

Saiu o unboxing, pelo canal do Loop Infinito, dos novos iPhones XS Gold e XS Max Space Gray. Como sabemos, quem tem o antigo iPhone X ou até mesmo os iPhones 8 ou 7, não vale a pena a troca no Brasil. Vamos esperar que num futuro os novos iPhones barateiem e que valha apena essa atualização constante de smartphones.

Veja os primeiros unboxings do novo Apple Watch

Postamos aqui o unboxing do novo iPhone XS e agora temos o unboxing do mais novo smartwatch da Apple, o Apple Watch Series 4.

Teve uma valorização por parte da Apple nas novas caixas dos relógios e podemos notar a surpresa da iJustine no vídeo que ela postou.

Temos também um unboxing com menos falas e mais imagens dos novos iPhones e Apple Watchs.

Saem os primeiros testes com as novas GeForce RTX

Recentemente a NVIDIA lançou as novas GeForce RTX (Série 20) e agora saíra os primeiros testes dessas novas placas.

O canal da Chipart publicou o teste que eles fizeram em 4K utilizando uma RTX 2080 conforme mostra o vídeo abaixo.

Testes comparativos entre RTX 2080 e GTX 1080

Podemos concluir que o desempenho não é o esperado de 6 vezes como prometido e que ela não vale esse valor todo que ela está custando na pré-venda apesar de ter dado 15 frames a mais na média (o que é impressionante).

Agora, falando sobre a nova tecnologia, o Ray Tracing… Bom, vamos deixar pra outra hora, certo? Os jogos ainda estão em desenvolvimento para utilizar essa nova tecnologia. Futuras atualizações trarão o uso dessa nova “promissora” tecnologia.

Vamos aguardar novos testes para termos certeza de que vale a pena (ou não) a compra dessas novas placas no atual cenário.

GeForce RTX e o Ray Tracing

Em sua última apresentação, a NVIDIA anunciou as novas placas de vídeo GeForce RTX 2080 Ti, 2080 e 2070 que contam com um novo processamento gráfico voltado ao Ray Tracing.

Segundo dados da própria fabricante, o desempenho dessas novas placas são 6 vezes superior as suas antecessoras da linha 10. Essas placas contam com uma nova arquitetura de memórias a GDDRX6 e mais especificações vocês podem encontrar clicando nesse link.

Agora voltando ao foco da apresentação, o Ray Tracing são cálculos utilizados para criar os reflexos nos jogos. Com essa nova área dedicada a isso e possível fazer gráficos mais próximos do mundo real como a imagem comparativa abaixo.

Comparação do Ray Tracing

Como podemos ver, os reflexos estão muito mais perfeitos e os novos jogos tendem a ter gráficos muito mais impressionantes.

O único problema para nós brasileiros é o preço. O valor elevado de equipamentos de TI no Brasil não vai deixar de afetar essas novas placas.

Abaixo você pode conferir um vídeo explicando como é o funcionamento dessa nova tecnologia utilizada pela NVIDIA.

Agora basta esperar que saiam os testes e os novos jogos prometidos para essa tecnologia.

NFC dos novos iPhones funcionam mesmo desligado

A novidade agora dos iPhones XR, Xs e Xs Max é referente ao NFC (utilizado para comunicações como Apple Pay) que funciona mesmo com o aparelho desligado.

Foi apenas no ano passado que a Apple permitiu, no iOS 11, que o chip NFC do iPhone (presente desde o iPhone 6) fosse usado mais intensamente pelos aplicativos. Até então, ele só era utilizado para pagamentos pelo Apple Pay.

Agora podemos esperar mais aplicações para facilitar o dia a dia das pessoas. Um exemplo interessante seria o bilhete único utilizado no Rio de Janeiro funcionando sem a utilidade de um cartão.

A leitura com o aparelho desligado não ocorre com qualquer tag NFC, apenas nos casos do cartão expresso (ainda não utilizado no Brasil por nenhuma empresa). E ele não irá funcionar se o próprio usuário desligou manualmente o iPhone, ou se o aparelho estiver a vários dias sem bateria, acabando com a reserva. (BLOG DO IPHONE, 2018)

Desenvolvedores, desenvolvam! 😀